quinta-feira, 30 de julho de 2009

"Apesar de você, amanhã há de ser outro dia!"

São dez jogos sem vencer. Dez partidas sem sentir o já longínquo sabor da vitória. Infelizmente, esta é uma das expressões que mais venho utilizando neste blog: a situação é caótica. A cada jogo, o sofrimento aumenta. Pergunto-me se o torcedor tricolor não é um masoquista. Como será que agüentamos tudo isso? Será que gostamos de sofrer?

Jogamos até bem hoje, analisando o potencial dos jogadores que temos à disposição. Renato deu um jeito no time e achou a melhor formação. Temos jogado com vontade, mas esbarramos na falta de qualidade técnica de alguns jogadores e na má fase de outros. Perdemos de 1 a 0 para o Palmeiras no Palestra, mas muitos de nossos homens jogaram com o máximo de sua capacidade. Se elas são limitadas, a história é outra. O problema passa a ser da nossa diretoria. Deve-se contratar com critério. Não adiantar trazer mais meia dúzia de jogadores do mesmo nível dos que aqui estão.

Hoje, depois do jogo, nas minhas andanças pela maior comunidade do Fluminense Football Club no Orkut, deparei-me com um tópico excelente. Nele, Alex, um torcedor tricolor, afirmava que a nossa torcida merecia tal sofrimento. Para justitificar tal idéia, citou os protestos sugeridos que fracassaram. Um deles contou com a presença de um único torcedor. Depois que o li, fui levado a refletir sobre a acomodação de nossa torcida.

Há alguns dias, um tricolor deu a idéia de realizar um protesto no dia 25 de julho. A data era excelente, pois, nesse dia, seria realizado o baile de aniversário do Flu, o qual contaria com a presença dos nossos "ilustres" dirigentes. Cansado de ver o nosso time às moscas, aderi à idéia. Contudo, como, infelizmente, moro muito longe do Rio de Janeiro, o máximo que pude fazer foi estruturar um tópico e ajudar a divulgar. Cumpri a minha parte, fazendo o que estava ao meu alcance, mas, para variar, o tão necessário protesto, mais uma vez, não ocorreu.

A tristeza tomou conta de mim. O nosso clube amado sendo tratado como lixo e os únicos que podem mudar isso, nós, torcedores, estão sem fazer o mínimo de esforço para lutar contra essa situação. O que mais me chateou, sem dúvidas, foi ver alguns participantes da comunidade me criticando por ter criado o tópico de divulgação do protesto e não poder ir por não morar no Rio. Sinceramente, a minha participação em tal projeto foi só uma tentativa de afugentar a sensação de incapacidade que me toma ao término de cada partida. Só ajudei a divulgar na ânsia de lutar pela melhora do Fluminense Football Club, o meu maior amor. Muitos não têm noção de como é doloroso morar longe do clube. Presenciar cada derrota, sentir-se humilhado, sofrer e saber que não pode fazer nada prático para mudar isso tudo. Nem protestar. Esses torcedores deviam pensar nos milhares de tricolores distantes do Rio, que fariam de tudo para lutar pelo clube que amam se lá morassem, mas não podem fazer praticamente nada devido à distância. Por eles, só lamento.

À nossa diretoria dedico o título do tópico. Essa frase é de autoria do tricolor Chico Buarque, idealizada na época da Ditadura. Vocês, dirigentes, não conseguirão destruir o nosso Fluminense. Nossa torcida se conscientizará. Espero que aqueles que podem fazer realmente algo de útil pelo Flu percebam essa capacidade e ajam. Lutem, antes que seja tarde demais. Lutem, para que o nosso amanhã seja completamente diferente. Lutem, para que o nosso amado time reviva tempos de glória.

P.S.: Muitas vezes generalizei. Considerem as sempre existentes exceções.

Saudações Tricolores

Um comentário:

analog disse...

This photo is very emotional....!!!



joined this site