domingo, 24 de maio de 2009

Devolvam meu Fluminense!

Caros tricolores, a coisa tá preta. Depois da torcida ter feito um ESPETÁCULO na quarta e termos sido eliminados da Copa do Brasil pelo Corinthians, encaramos o Santos, neste domingo, para lavar a alma e engrenar neste início de Brasileiro. Esperando ao menos uma vitória magra, nem que fosse por 1 a 0, imagine a minha decepção ao presenciar o nosso querido time sendo goleado em pleno Maracanã pelo Santos, por 4 a 1! Foi sinistro. Eu diria surreal. Tudo bem que, no final das contas, o Fluminense merecia ter perdido, mas 4 a 1 foi exagero. Humilhante!

O Santos começou pressionando e quase fez um gol. Mas quem não faz, leva. O Fluminense chegou e, após tabela na entrada da área, a bola sobrou para Mariano, que não perdoou e colocou o Fluminense na frente. Doce ilusão, quando, logo em seguida, o chute de Fred passou com muito perigo! Pensei: Daqui a pouco a gente faz o segundo e mata! Mas o Santos respondeu. Aumentou o volume de jogo e empatou, num gol numa cobrança de falta, com Molina. Falta desnecessária, assim como foi a falta que deu origem ao primeiro gol do Corinthians, na quarta. Ainda contou com a colaboração de FH. Fim de primeiro tempo. Empate.

No segundo tempo, o torcedor tricolor que acreditava na vitória perdeu as esperanças. Logo no começo, a defesa falhou (Falha idêntica àquela ocorrida no segundo gol do Corinthians, de Jorge Henrique, que entrou sozinho na área), e Madson apenas teve o trabalho de driblar Fernando Henrique e virar o jogo para o Santos. Aos 20 minutos, Dieguinho, último homem, fez falta em Madson e foi expulso. Pior para o Fluminense. O time, que já estava mal, ficou pior. Parreira já tinha feito as 3 substituições e teve que colocar Maurício no lado esquerdo. Triste. O Fluminense pressionava desordenadamente e dava espaço para os perigosos contra-ataques do Santos. Assim, o Fluminense tomou mais dois gols, aos 39 e aos 41. Fim de jogo, derrota humilhante em casa para o time paulista. Quanta decepção!

Em tempo: Os xingamentos a Fred são desnecessários. Ele não tem culpa da atual situação do time. Joga isolado. Sai para buscar jogo o tempo inteiro, em virtude da dificuldade de a bola chegar na área. Não há cruzamentos, escanteios, passes que o coloquem em chances de gol. Hoje, se duvidar, ele teve apenas 3 chances dentro da área. Antes de o cobrarem, exijam maior qualidade dos meias, que são os responsáveis por muni-lo!

É triste ver o que estão fazendo com o nosso querido time. Fluminense Football Club, time que vai completar 107 anos em 2009, um dos pioneiros no cenário futebolístico nacional e um dos chamados grandes do futebol. Toda a tradição vai desaparecendo a cada ano. Títulos vão ficando cada vez mais escassos. A luta contra o rebaixamento é cada vez mais freqüente. Já se tornou rotina entre os tricolores. Ano sim, ano não. Isso não é digno de um clube como o nosso Tricolor. Um clube de tanta tradição, que sempre teve tanta importância no cenário nacional, está-se apequenando ano a ano. Respeito tornando-se zombaria. É a realidade do Tricolor. Na Libertadores do ano passado, os tricolores jovens viram o que é torcer para o Fluminense, e os antigos relembraram. É torcer até o último minuto, acreditar até o fim, tendo em campo um bando de guerreiros! Jogadores de qualidade, que honram o manto sagrado e fazem jus à tradição tricolor! É preciso mudar! É preciso comprometimento, esforço! É preciso protestar! Cobrar do time, do técnico, da diretoria! Mas o principal é mudar a mentalidade! Cabe a você, tricolor, mostrar isso também nas próximas eleições presidenciais. Chega de ver essa corja administrando o Flu. Contudo, não se pode abandonar o time, como vi muitos torcedores comentando no Orkut. Apoio é sempre preciso. Boicotar só vai causar mais problema. Se, com a torcida apoiando, já é difícil, imagine sem apoio! Então, tricolor, não abandone a barca agora. Ainda temos um longo caminho a percorrer. É preciso apoio e cobrança! Precisamos de contratações! Ao menos: dois laterais, um zagueiro e um meia. Exijam isso da diretoria! E, lembrem-se sempre:

"Eu canto NENSE quando o time vai bem
Eu canto NENSE quando o time vai mal
Um gol sofrido não vai me abater
Eu não vou parar de cantar

Ô Dá-lhe, Dá-lhe, Dá-lhe, Dá-lhe, Dá-lhe,
Fluminense
Ô Dá-lhe, Dá-lhe, Dá-lhe, Dá-lhe, Dá-lhe,
Tricolor

Há tantos anos juntos
Na vitória ou na derrota
Com a certeza de que eu nunca vou te abandonar"


PORQUE O FLUMINENSE SOMOS NÓS!

Saudações Tricolores

3 comentários:

samarone disse...

Ééé.. a coisa ta braba msm,acho que chegou a hora de acontecer uma mudança geral.Gosto muito do Parreira,mas acho q ele seria mai util comandando a nossa diretoria.e falando em reforços,pra esse elenco aí,precisamos de no minimo 5 refoços,sendo 3 ou 4 pra entrarem direto no time.Mas nois vamos conseguir virar esse jogo...Libertadores 2010,estaremos lá!!

Pedro disse...

É cara, eu tava lá, vi tudo de perto. Te falar que é muito triste. Tô sem palavras.
Devolvam o NOSSO Fluminense.

PCFilho disse...

Isso não é Fluminense!