quinta-feira, 31 de julho de 2008

Cadê os reforços? Até quando teremos uma diretoria amadora?


Caros leitores, a coisa tá preta para o Fluminense. Este ano de 2008 tinha tudo para ser um dos maiores da nossa história e acabou se transformando numa grande decepção. Primeiramente, o Carioca. Que tristeza! Na Taça Guanabara, vencemos os pequenos, goleamos os reservas do Flamengo, mas na hora do "vamos ver", perdemos para o time do Botafogo, que, novamente sem querer menosprezar, era formado por jogadores de pouca reputação e qualidade inferior aos do nosso time. Grande parte disso foi culpa do Renato, que, para agradar aos nossos "três tenores", utilizou o 4-3-3 e, na hora de enfrentar um desafio verdadeiro, mudou para o 4-4-2, não dando tempo aos jogadores para que se adaptassem à tática. Na Taça Rio, o desafio já foi maior. Perdemos Leandro Amaral devido à briga judicial com o Vasco e Dodô se machucou gravemente. Como a nossoa incrível diretoria teve a inteligência de emprestar o único atacante veloz do time, Soares, para o Grêmio, e como Somália ainda estava machucado, ficamos só com Washington no ataque e, muitas vezes, tivemos que improvisar o polivalente Cícero no ataque. De qualquer forma, conseguimos vencer o clássico contra o Vasco, que não vencíamos há anos e nos classificamos para as semifinais. Lá, passamos nos pênaltis pelo clube de São Januário e o destino quis que enfrentássemos novamente o Botafogo na final da Taça Rio. E eu que achei que finalmente iríamos dar o troco neles! Quebrei a cara! A torcida tricolor compareceu em peso e teve mais uma decepção. Vimos Washington perder pênalti e Renato Silva, zagueiro que havia rescindido com o Flu após ser flagrado em exame antidopping, fazer um gol aos 40 minutos do segundo tempo. Para completar, vimos o Flamengo nos igualar pela primeira vez no número de títulos cariocas.

Libertadores da América. O Flu voltava após 23 anos e não era, nem de longe, considerado pela imprensa um candidato ao título. Enfim, com uma campanha épica, espetacular, em que muitas vezes contamos com a sorte e brilho individual dos nossos jogadores, fomos classificados em primeiro para a segunda fase da competição e chegamos na final eliminando grandes times, como o São Paulo e o "papa-títulos" Boca Juniors, que não era eliminado por um brasileiro desde o Santos de Pelé. Na decisão, perdemos o título nos pênaltis para a LDU, time mais fraco que o nosso e que tinha chegado "aos trancos e barrancos" até ali. Não sei sobre vocês, mas foi a maior decepção da minha vida. Aquele título era do Fluminense. Enfim, a Libertadores já passou e os problemas continuam.

Brasileirão. Está mais do que provado que não montamos um elenco competitivo, pois, perto do fim do 1º turno, somos os vice-lanternas e podemos voltar a última colocação dependendo do resultado do jogo do Ipatinga. E aí? De quem é a culpa? Podem culpar Renato, também acho que ele tem sua parcela de culpa, afinal é ele quem treina o time e indicou algumas contratações. Até hoje, o time não tem um padrão tático, mas sem ter um bom elenco, como ele mesmo já disse, não pode fazer milagres. Na minha humilde opinião, a grande culpada por toda essa desgraça é a nossa diretoria. Tivemos mais de 6 meses de antecedência para planejar o elenco deste ano e o que aconteceu? As nossas contratações só saíram na última hora e ainda não cobrimos algumas carências do plantel. Para o ataque, contratamos três grandes centroavantes, é verdade, mas dois deles envolvidos em problemas que poderiam tirá-los a qualquer momento do Fluminense. Foi o que aconteceu com Leandro Amaral e que, felizmente, ainda não aconteceu com o Dodô. E emprestar o Soares correndo esse risco? É rir pra não chorar, amigos...Mais outra prova da falta de planejamento da nossa cúpula amadora.

Agora no meio do ano, ainda vendemos dois titulares e perdemos os Thiagos para a Seleção Olímpica por 9 rodadas. Torço para que não sejam vendidos logo após, que voltem, pois são essenciais para o time. E até agora NADA de reforços. Sei que o Branco está correndo atrás, mas já devia ter feito isso desde a abertura da janela européia, ou, se tivesse havido planejamento no começo do ano, não precisaríamos estar desesperados atrás de contratações.

Desde o ano passado é evidente que não temos volantes com a mínima condição de jogar no Flu, mas os mantivemos e ainda trouxemos Ygor para acabar com a posição... Especulamos Mineiro, Urrutia, Andrade, mas assinar pelo Flu nada até agora... Façam propostas pra valer, por favor! O que não podemos é continuar com Fabinho, Romeu e cia de titulares!

E nosso ataque? Falta um atacante rápido, que caia pelos lados. Everton Santos já está praticamente certo, mas ainda não chegou...Quanta demora! É uma aposta do Branco, torço para que dê certo no Fluminense. Castroman também é especulado, mas nada de concreto...

Na lateral-direita, Branco confirmou Eduardo Ratinho e Jancarlos, cria do Flu. Na minha opinião, são bons nomes diante daqueles disponíveis no mercado. Ao menos, jogam na LATERAL, coisa que o Rafael não vinha fazendo e sabem cruzar, coisa que nenhum lateral atual do Flu sabe fazer. Eis, então, que surge um impasse no negócio de Jancarlos. Fontes dizem que ele pediu um salário de 150 mil mensais, isso mesmo, 150 MIL! É muita grana para um jogador como ele... Se for para ele ganhar isso, prefiro que venha só o Ratinho mesmo e espero que chegue logo ao Flu, chega de improvisar Maurício na lateral.

E o meio-campo? Nomes da vez: Fabrício, do Al-Khor, ex-Atlético, Leandro Lima, do Porto, Jádson e Willian, ambos do Shakhtar, Dátolo... Desses, o que me parece mais viável é Fabrício, que até afirmou para a imprensa que abriria mão de certas coisas a que tem direito para poder jogar pelo Fluminense. Contudo, a negociação está emperrada, pois o clube do Qatar quer uma compensação financeira pela saída do jogador. Leandro Lima também é viável. Willian pode vir, mas tem como preferência o Corinthians, clube que o revelou. Jádson e Dátolo são sonhos, muito difícil algum dos dois vir. São jogadores de muita qualidade, seriam muito bons reforços, mas Jádson é titular no Shakhtar e para contratar Dátolo, além de contar com a concorrência desleal de um clube inglês, o jogador delcarou que não deseja trocar o Boca pelo Fluminense. É, amigos...

Enquanto isso sofremos com a falta de elenco. Ainda há as suspensões e contusões para complicar a nossa vida. Perdemos mais um titular para o jogo contra o Inter: Arouca, que fraturou a mão. Espero que a diretoria agilize as contratações e que, em breve, possamos contar com esses tão esperados reforços.

Saudações Tricolores

7 comentários:

Marcus Stecklow disse...

Caro Eduardo,
Eu também tenho receio do futuro e acho que nossa diretoria perdeu a oportunidade de colocar o Clube na história do futebol moderno. Temos $$$ e prestígio, mas temos também um time de aluguel. Claro que deveríamos priorizar a Libertadores, mas os pontos que perdemos no início do campeonato agora fazem falta. O Flamengo está pior que a gente nas últimas rodadas, mas fez um lastro. A gente já partiu tendo que correr atrás...
Como vc sabe. Eu sou a favor da saída do Renato por imcompetencia técnica. Ele nos deu um título, eu agradeço, mas a hora dele passou. O problema é arrumar alguém competente pro lugar dele.

[FFC] Eduardo disse...

Pois é Marcus...
Por isso acho que ele veria sair só em 2009.
Parreira estaria disponíveis e tb outros técnicos.

Helena disse...

É, Eduardo...
A situação está mais que crítica. E é difícil apontar um "culpado" nessas horas. Não se sabe ao certo se é o Renato, a diretoria ou os jogadores. Mas, creio também que a diretoria seja a maior culpada.
Dos reforços que você citou, 1 ou 2 poderão ajudar mesmo o time. De resto...
Só espero que nossa diretoria tome vergonha e contrate reforços decentes. Já tô até vendo que,daqui a pouco, nossos maiores jogadores como Dodô, Washington, Conca e etc. vão embora porque estão vendo que o barco tá afundando e pode chegar a uma hora que não vai dar pra tapar o buraco.

Alguma coisa tem que ser feita! O que não dá é continuar do jeito que tá!

Bjs e ST!

[FFC] Luiz Felippe disse...

Concordo com o Eduardo.

Temos dinheiro, mas temos o Branco que já mostrou não ter a menor visão de futebol. A única contratação que acabou explodindo depois, foi a do Thiago Neves. Mas essa contratação foi uma indicação do Joel Santana, ou seja, não foi ele que teve a criatividade. Foi apenas uma indicação.

Precisamos de reforços urgentemente. 1 volante, 1 meia, 1 atacante, isso no mínimo, pra pelo menos terminarmos honrosamente este brasileirão. Agora, se formos analisar todas as carências do elenco, aí precisam de umas 6, ou 7contratações.

O elenco é fraco, e sempre foi.
Com a saída de alguns jogadores, a situação ficou preta. Realmente, não consigo imaginar como uma diretoria não imagina que, chegando o brasileiro isto poderia acabar acontecendo.

PLANEJAMENTO FOI MUITÍSSIMO MAL FEITO! Agora estamos sofrendo com isso, sofrimento que eu sempre alertei, que poderia acabar acontecendo, e, infelizmente, aconteceu.

Natália disse...

A situação está feia mesmo. Tenho receio quanto ao nosso futuro. O Fluminense merece uma diretoria melhor! Precisamos rápido de reforços.

Vida longa ao blog!

Saudações Tricolores,

Natália

http://orgulhodesertricolor.blogspot.com

Fabiano disse...

EXAGERO!!!!!!!!!!!!! a diretoria se planejou muitissimo bem!!!! a unica besteira feita foi ter emprestado o Soares, fora isso o elenco ficou espetacular vcs que são "corneteiros".O nosso problema na vice-lanterna são apenas 3

1º Botamos todos os titulares até a 11º rodada

2º Sofremos desmanches pois Cícero foi pro Herta Berlim e os Thiagos temporariamente estaum nas Olimpiadas

3º Estamos jogando com desfalques!!!! a maioria dos jogadores usados no elenco são 3º reservas... ae é f*


TEMOS DADO AZAR, AGORA É ESPERAR OS REFORÇOS QUE VÃO VIR SE NAUM FOREM ESSES ES´PECULADOS VIRÃO OTROS ATÉ PQ O BRANCO NAUM ESTEVE DE BOBEIRA E VOLTAR A DECOLAR, AO MENOS SUL-AMERICANA DA SIM TEM TIME PRA ISSO...


VLW

ST

Fabiano disse...

escreve errado acima, disse que botamos todos os titulares mais na verdade quiz dizer que botamos todos os reservas até a 11º rodada.