domingo, 21 de dezembro de 2008

Termina a temporada 2008, e os corações tricolores voltam a se encher de esperança...


Enfim, acabou a temporada do futebol brasileiro de 2008. São Paulo hexacampeão, Vasco rebaixado, Fluminense na Sul-Americana (e o Flamengo também!)... Um ano repleto de muitas emoções, especialmente para o torcedor tricolor. Neste ano, fomos do céu ao inferno. De uma final de Libertadores a uma luta desesperada contra o rebaixamento no Campeonato Brasileiro. É, caros tricolores, torcer pelo Fluminense não é fácil, mas é simplesmente sensacional. Algo inexplicável. Como diz o nosso blogueiro Luiz Felippe, "O meu amor pelo Fluminense é infundado, porém, intenso. Não é o maior, não é o melhor, mas é a minha paixão." São coisas que só o coração pode entender.

Fim de temporada. E aí, qual foi o saldo? Positivo ou negativo? Superávit ou déficit? Como sempre, há divergência de opiniões. Bom, aqui deixarei expressa a minha, exclusivamente minha. O balanço foi negativo, e como foi negativo! Antes que comecem a me criticar, leiam abaixo os meus argumentos.

Em 2007, obtemos a tão desejada classificação para a Libertadores por meio da Copa do Brasil, embora também a conquistássemos em seguida por meio do Campeonato Brasileiro. Garantida a classificação para a maior competição sul-americana, começaríamos a nos planejar bem antes dos outros e entraríamos em 2008 com uma força jamais vista, certo? Infelizmente, errado. Não só fomos um dos últimos grandes clubes a apresentar as contratações para a nova temporada como também não conseguimos suprir as carências do nosso elenco. Vieram Washington, Dodô, Leandro Amaral, "os três tenores" do Tricolor, e Darío Conca. Sim, boas contratações, mas também trouxemos Ygor e Gustavo Nery, além de colecionarmos inúmeros fracassos em contratações. A torcida tricolor sonhou com Léo, RIQUELME, Jádson e acordou com Nery e Ygor. Resumindo: não conseguimos sequer montar um time titular sem fraquezas, quanto mais montar um ELENCO.

Resultados: 3º lugar no Carioca, vice-campeão da Libertadores, 14º lugar no Brasileirão. Para um time que teve mais tempo do que os outros para se preparar, que possuía um patrocinador forte e que possuiu uma torcida loucamente apaixonada o apoiando durante toda a sua jornada, não foram os resultados esperados.

No Carioca, contamos com os erros de Renato Gaúcho, que utilizou um time no 4-3-3 e mudou o esquema nas semifinais do campeonato, atrapalhando todo o entrosamento. Eliminados duas vezes pelo Botafogo (aliás, não ganhamos uma deles em 2008), não conseguimos o 31º campeonato e vimos o nosso maior rival, o Flamengo, empatar pela primeira vez na história em número de títulos.

Na Libertadores, todo mundo sabe o que aconteceu. Uma campanha épica, inesquecível, poucas vezes vista na competição. Ser o melhor colocado geral na frase de grupos, eliminar grandes times de tradição na competição no mata-mata e acabar perdendo o título nos pênaltis foi uma ferida que não ficará cicatrizada tão cedo, pelo menos até que conquistemos o tão sonhado título. Mesmo prejudicados na final pelo maldito Hector Baldassi, tivemos tempo de fazer o quarto gol e garantir que o título ficasse nas Laranjeiras. Infelizmente, não conseguimos. Perdemos para nós mesmos. Tínhamos um time de qualidade compravadamente superior a LDU, mas seguimos o caminho de sempre: o de conseguir os títulos da maneira mais difícil possível. Quem sabe em 2010... De qualquer maneira, são águas passadas. O Fluminense Football Club é maior do que isso tudo.

Brasileirão. Mais um ano fugindo do rebaixamento. Culpa de Renato, que usou titulares nos primeiros jogos do Brasileirão e perdeu pontos preciosos? Não creio. Em 2007, fizemos o mesmo, mas, como fomos campeões, ninguém criticou. Culpa do mercado europeu, que levou nossos melhores jogadores após a Libertadores? Um pouco. Perdemos Thiago Neves, nosso melhor jogador, Gabriel e Cícero, dois jogadores importantes. Então qual foi a principal culpada? Pra variar um pouco, nossa "querida" diretoria e a sua capacidade incrível de planejamento. O Fluminense teve mais de seis meses a mais do que os outros clubes pra se planejar pra 2008 e falhou feio. Felizmente, acertou trazendo René Simões para técnico na reta final do Brasileirão, a melhor das contratações do ano. Um treinador inteligente, que entende os jogadores e é bom tanto na parte tática quanto na psicológica. Foi o responsável direto por termos nos livrado do rebaixamento e conseguido "beliscar" uma vaga na Sul-Americana 2009. Obrigado René, e que venham títulos em 2009!

É preciso mudar o pensamento dos nossos dirigentes. Queremos comprometimento e estrutura! Chega de dirigentes fanfarrões que só se preocupam com o próprio bolso! Está na hora do Fluminense voltar a ser grande!

Felizmente, parece que essa mentalidade de time pequeno está mudando. Branco, a meu ver, um grande incompetente, saiu e deu lugar a Alexandre Faria, que trabalhava no Atlético Mineiro. Mesmo antes de chegar, alguns o "cornetavam", devido a problemas de que ele era acusado de ter se envolvido durante o período de trabalho no clube mineiro. Contudo, parece ter calado os críticos! Em bem menos tempo de trabalho, fez muito mais do que Branco! Trouxe Leandro Domingues, Leandro Amaral, Leandro... Inúmeros jogadores de boa qualidade para formar o elenco de 2009. Finalmente estamos vendo um trabalho competente. Estão, pela primeira vez em muitos anos, montando um bom elenco, com jogadores reservas de qualidade suficiente para substituir possíveis baixas no time principal, como lesões e suspensões. A meu ver, ainda falta um grande centroavante de destaque. E se o Fred vir mesmo (tentei não me iludir devido às fanfarronices recentes da diretoria, mas não consegui conter meu espírito tricolor), não tenho mais nada a criticar sobre a montagem do elenco para a próxima temporada.

Enfim, acredito que teremos um bom ano de 2009. Vejo um time que, apesar de não ter grandes estrelas, é bom e equilibrado. Com essa mudança de pensamento da diretoria após as chegadas de René Simões e Alexandre Faria, posso estar esperançoso para a nova temporada. Sinto cheiro de títulos!

Saudações Tricolores

3 comentários:

Fernando Jorge disse...

Esse ano vai ser tudo nosso...

Bellato disse...

rené é gato

cometaurbano disse...

Fala, Eduardo!

cd os escritos de 2009? Tamo esperando.
ab, PH